Fungicidas contra a vassoura de bruxa são testados em cacaueiro no sul

13/05/2022

Foto: Divulgação

A Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural na Bahia (Senar-BA), está testando cinco fungicidas contra a vassoura de bruxa, praga que mais prejudica as lavouras de cacau no Brasil.

Os fungicidas foram desenvolvidas pela Syngenta e apresentam bons resultados contra a monilíase em outros países. Agora, os testes irão avaliar se podem ser usados também no combate à vassoura de bruxa. Estudos da Universidade de Campinas (Unicamp) apontam a eficácia de alguns dos princípios ativos que compõem parte dos produtos em teste.

O estudo é feito em áreas da Ceplac, em Ilhéus, no sul da Bahia, e terá duração de dois anos. A Bahia é o estado que mais sofre com a praga, por apresentar condições climáticas favoráveis para a disseminação do fungo. Os efeitos da praga na região foram devastadores, provocando queda de 75% da produção, gerando desemprego e êxodo rural.

Banda de Ipiaú, Rock Nibs vai animar encontro de motociclistas

13/05/2022

Acontece nos próximos dias 20 e 21 deste mês na cidade de Ituaçu, Chapada Diamantina, o primeiro Encontro Regional de Motociclismo, evento coordenado pela Associação dos Motociclistas da Bahia, que tem como presidente o empresário Dilmar Ribeiro, com apoio da Prefeitura Municipal de Ituaçu, sob a gestão do prefeito Phellippe Brito.
A expectativa é de que motociclistas de toda a Bahia se façam presentes no evento que deverá também contribuir para movimentar o comércio local.
Dentre as atrações musicais que foram escaladas para animar o evento figura uma banda da região de Ipiaú, a Rock Nibs, formada por uma junção de músicos de Ipiaú (Celso Rommel, guitarra e vocal); Jitaúna (Murilo Zames, guitarra e Juliano Bass no baixo ) e Jequié ( Fernando Kiffer na bateria). O trabalho empresarial está a cargo do produtor Luis Moreira.

Equipada com um repertório que reúne os grandes clássicos do pop rock dos anos 60, 70 e 80, a Rock Nibs vem de uma diversificada carreira de seus componentes, tendo se apresentado com sucesso em março no Encontro Nacional de Motociclismo, em Rio de Contas, também na Chapada Diamantina. *Com informações do Ipiaú Online

Prefeitura de Jitaúna entrega novos instrumentos para Fanfarra Fancej

13/05/2022

Valorizando a musicalidade, a cultura e formação musical de jovens e alunos da rede municipal de ensino, a Prefeitura de Jitaúna por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer fez a entrega nesta sexta-feira, 13, dos novos instrumentos musicais para a FANCEJ - (Associação Fanfarra Comunitária e Educativa de Jitaúna). Foram entregues trompetes, tuba sinfônica, trombonitos, bombardinos, bumbos dentre outros.
O prefeito, Marcelo Pecorelli acompanhado do ex-prefeito Patrick Lopes e vereadores entregaram uma série de instrumentos musicais, enviados pelo governo estadual, no intuito de fortalecer a entidade não só como expressão musical, mas também como agentes culturais que proporcionam formação, capacitação e inclusão social da população.
A FANCEJ que por muitos anos vem sendo base para formação de grandes cidadãos tem na direção, Flávio Felix que tem tido a missão de desenvolver, socialmente, crianças e jovens a partir da prática musical coletiva. "Por aqui já passaram grandes personalidades, outros poderão sair daqui com formação e capacitado para o mercado musical e cultural". concluiu Flávio.
Para o prefeito Marcelo Pecorelli "Esses instrumentos foram concedidos a nossa Fancej com muito carinho e prazer pelo governador Rui Costa. A arte transforma. Cuidem com carinho da sede, da farda, dos instrumentos e podem contar com o nosso apoio sempre que precisarem”. concluiu

Marcelo esteve acompanhado dos Vereadores Prian Barbosa, Givanilda, Xico Gomes, Neres Costa, Lelezo e Jeane Rocha, e contou ainda com a presença da secretaria de educação, Daiana Ramos, dentre outras autoridades. Ao tempo que o coordenador e diretor Flávio Felix informa que as matrículas estão abertas.

Prefeitura de Jitaúna realiza serviços de infraestrutura em bairros

28/04/2022

A Prefeitura Municipal de Jitaúna, por meio Secretaria de Serviços Públicos e Urbanismo está trabalhando em todos os cantos do município e, nesta quarta-feira (27), os trabalhos de infraestrutura chegaram aos bairros Hilda Rocha Lopes, Adelino Henrique, Alto do Cruzeiro (Bairro Novo), BR-330 e Centro.

No Bairro Adelino Henrique, a prefeitura realizou a retirada dos entulhos e limpeza no local. Na BR-330, e centro, o trabalho da vez foi a poda de árvores e roçagem. Já no Bairro Novo, a prefeitura realizou a capina e roçagem nas praças.

Os trabalhos foram realizados nesta quarta-feira, pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos, trocas e reposição de lâmpadas também foram serviços executados.

Câmara dos Deputados aprova Medida Provisória que cria benefício extra

28/04/2022

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (27) a Medida Provisória 1076/21, que institui um benefício extraordinário para complementar o valor do Auxílio Brasil até este chegar a R$ 400 por família. A MP será enviada ao Senado. O texto aprovado é um substitutivo do relator, deputado João Roma (PL-BA), que incluiu emenda do deputado Hugo Motta (Republicanos-PB) para tornar permanente esse benefício.

Estimativas citadas pelo autor da emenda indicam a necessidade R$ 41 bilhões ao ano para bancar a perenidade do benefício, quase o mesmo valor usado para pagar o Auxílio Brasil (R$ 47,5 bilhões). “Este Parlamento tem total legitimidade para defender um valor maior de auxílio para os brasileiros menos favorecidos”, disse o relator.

A oposição seguiu a base aliada a favor da MP, mas criticou a não aceitação de emendas de mesmo teor da acatada. “O relator argumentou falta de previsão de impacto orçamentário ao inadmitir nossa emenda, mas admitiu outra emenda com o mesmo teor”, lamentou a deputada Erika Kokay (PT-DF).

Patrick Lopes e João Vei aparecem em reunião com a nova secretária

28/04/2022

Não há qualquer dúvida de que o prefeito de Lafaiete Coutinho, João Freitas (PP), deverá marchar com o ex-prefeito de Jitaúna, Patrick Lopes (Avante), na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia nas eleições deste ano, isso e dado como certo.

Pelo menos é o que mostra o seu perfil nas redes sociais. Patrick e João, antes afilhados políticos do prefeito de Jequié e presidente da União dos Municípios da Bahia, Zé Cocá (PP), demonstram explícito afastamento do ex-padrinho depois da união de Zé com ACM Neto (UB) e da escolha pelo nome de Hassan Yossef (PP) para representar o seu grupo como pré-candidato a deputado estadual.

Patrick renunciou ao cargo de prefeito de Jitaúna, passou o bastão para Marcelo Pecorelli (PP) e mergulha de corpo e alma em sua pré-campanha, com a chancela do governador Rui Costa (PT). No encontro de terça-feira (26), Patrick, João e Pecorelli apareceram juntos em mais uma reunião com representantes do Governo do Estado, desta feita com a nova secretária da Educação, Luana Machado, que assumiu a pasta para substituir o pré-candidato a governador pelo PT, Jerônimo Rodrigues. *Nota do BMF

Reajuste anual da tarifa de energia elétrica é aprovado pela ANEEL

19/04/2022

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou nesta terça-feira (19), o reajuste tarifário anual da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba). As novas tarifas da empresa, que atende cerca de 6,3 milhões de unidades consumidoras na Bahia, entram em vigor no dia 22 com reajuste de 20,73% para o consumidor residencial.

De acordo com o grupo Neoenergia os itens que mais afetaram a correção foram os encargos setoriais e os custos de distribuição e de aquisição de energia. Os custos de transmissão e os componentes financeiros, por sua vez, geraram impacto negativo. A combinação do reajuste tarifário aprovado nesta terça-feira com o término da cobrança bandeira escassez hídrica resultou em um efeito tarifário para o consumidor B1 residencial convencional de -1,58%. 

Gasolina no Brasil está entre as mais caras do mundo

19/04/2022

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O preço do litro da gasolina no Brasil está cerca de 15% acima da média praticada em 170 países, segundo levantamento feito no site da consultoria Global Petrol Prices, com dados para a segunda-feira da semana passada (11).

Na data, o litro do combustível nos postos brasileiros custava R$ 7,192, valor coletado pela consultoria junto à ANP (Agência Nacional do Petróleo) até aquela data -atualmente, está em R$ 7,22. A média mundial era de R$ 6,29.

Na média de preços de 3 de janeiro a 11 de abril, o valor foi de R$ 6,78 no Brasil. Entre os fatores que explicam a mudança de patamar dos preços no país estão o mega-reajuste anunciado pela Petrobras no início de março, após a invasão da Ucrânia pela Rússia ajudar a elevar o preço do petróleo, e a valorização do real neste ano.

O levantamento compara os preços locais, em geral informados por órgãos governamentais, convertidos em dólar. Os valores foram posteriormente transformados em reais pelo câmbio de R$ 4,6915.

Pelo dado mais recente, o Brasil ocupa a posição 118 na lista de 170 países ranqueados do menor para o maior preço. Olhando a lista de outra perspectiva, o Brasil estaria na posição 53 entre os países com a gasolina mais cara.

Os números consideram o valor final ao consumidor, com impostos, custos de logística e, em alguns casos, subsídios ao combustível.

Embora o preço na bomba do mercado nacional esteja acima da média mundial na data analisada, isso não significa que os valores por aqui serão necessariamente revistos.

A política de preços da Petrobras segue as cotações nas refinarias do derivado de petróleo na região considerada a melhor alternativa de suprimento para o mercado brasileiro, geralmente, o Golfo do México, que concentra grande parte da capacidade de refino dos Estados Unidos. Também são considerados a taxa de câmbio e os custos de importação do produto.

Por esse conceito, o preço no Brasil está defasado em relação à paridade internacional. Segundo cálculo da Abicom (associação dos importadores de combustíveis), com dados para a última segunda-feira (18), o preço da gasolina no Brasil está 6% abaixo da referência no exterior, o equivalente a R$ 0,24 por litro.

"Apesar da ligeira redução do câmbio e dos preços de referência da gasolina e do óleo diesel no mercado internacional, as defasagens mantiveram-se afastadas da paridade, inviabilizando as operações de importação", afirma a Abicom.

O Brasil está entre os dez maiores produtores, mas a capacidade de refino não atende à demanda nacional, levando à necessidade de importação de até 20% do consumo local.

Os dados da Global Petrol Prices também mostram que o Brasil possui uma das maiores taxas de gastos com o combustível em relação ao nível de renda, de 4,8%, ao lado de países da África e da América Central.

Considerando o custo de encher um tanque de 40 litros, ele equivale a 10,8% da renda média mensal do brasileiro. Os números são praticamente o dobro do verificado, por exemplo, na Argentina.

De acordo com o Global Petrol Prices, em geral, países mais ricos têm preços mais altos. Com exceção dos Estados Unidos, onde o preço médio (R$ 5,59) é quase a metade do praticado na Europa e está em linha com o valor do México (R$ 5,476), por exemplo.

Países mais pobres, produtores de petróleo e exportadores costumam ter preços consideravelmente mais baixos, segundo a consultoria. Alguns produtores europeus, no entanto, adotam políticas de tributação mais elevada para combustíveis fósseis, de modo a desestimular o consumo ou formar uma reserva de recursos para outras políticas públicas. É o caso da Noruega, que tem o quarto maior preço (R$ 11,336 por litro).

Há ainda grandes produtores que praticam preços extremamente baixos, como a Venezuela (R$ 0,117 por litro), que tem a gasolina mais barata do mundo. Também estão abaixo da média global os preços na Rússia e Arábia Saudita (ambos com R$ 2,915 por litro).

O preço na bomba no Brasil está próximo ao de outras grandes economias emergentes, como a China, outro grande produtor, e a Índia -todos ao redor dos R$ 7,00 por litro.

A alta dos combustíveis está entre as principais preocupações do governo Jair Bolsonaro (PL), que já promoveu a desoneração completa de PIS/Cofins sobre diesel, gás de cozinha e querosene de aviação. Governadores também congelaram, desde o ano passado, o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre esses produtos.

Segundo levantamento da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), ao menos 29 países lançaram medidas para amortecer o impacto da alta do petróleo sobre esses preços.

Neste ano, a Petrobras promoveu dois reajustes nos combustíveis, em 12 de janeiro e 10 de março.

No começo de abril, a estatal reduziu o preço do gás de cozinha, considerando fatores como câmbio e preço no exterior, que mudaram a relação de paridade.

Aplicativos


 Locutor no Ar

Automático

MADRUGADA BRASIL

00:00 - 07:00

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

GUSTAVO LIMA

Termina Comigo Antes

02.

ANITTA

Envolver

03.

ADELE

Easy On Me

04.

AKATU

Complicado

05.

GRUPO MENOS E MAIS

O Mundo Dá Voltas

Anunciantes